domingo, 17 de dezembro de 2017

NATAL


MENSAGEM DE NATAL

 *Papa Francisco

O Natal costuma ser sempre uma ruidosa festa; entretanto se faz necessário o silêncio, para que se consiga ouvir a voz do Amor.

      Natal é você, quando se dispõe, todos os dias, a renascer e deixar que Deus penetre em sua alma.

      O pinheiro de Natal é você, quando com sua força, resiste aos ventos e dificuldades da vida.

      Você é a decoração de Natal, quando suas virtudes são cores que enfeitam sua vida.

      Você é o sino de Natal, quando chama, congrega, reúne.

      A luz de Natal é você quando com uma vida de bondade, paciência, alegria e generosidade consegue ser luz a iluminar o caminho dos outros.

    Você é o anjo do Natal quando consegue entoar e cantar sua mensagem de paz, justiça e de amor.

    A estrela-guia do Natal é você, quando consegue levar alguém, ao encontro do Senhor.

    Você será os Reis Magos quando conseguir dar, de presente, o melhor de si, indistintamente a todos.

      A música de Natal é você, quando consegue também sua harmonia interior.

      O presente de Natal é você, quando consegue comportar-se como verdadeiro amigo e irmão de qualquer ser humano.

      O cartão de Natal é você, quando a bondade está escrita no gesto de amor, de suas mãos.

      Você será os “votos de Feliz Natal” quando perdoar, restabelecendo de novo, a paz, mesmo a custo de seu próprio sacrifício.

      A ceia de Natal é você, quando sacia de pão e esperança, qualquer carente ao seu lado.

      Você é a noite de Natal quando consciente, humilde, longe de ruídos e de grandes celebrações, em silêncio recebe o Salvador do Mundo.

      Um Feliz Natal a todos que procuram assemelhar-se com esse Natal.




* O Papa Francisco completa neste domingo 81 anos de vida. Da janela do palácio apostólico, ele celebrou a missa de Angelus e acenou para fiéis que o felicitaram da Praça São Pedro, no Vaticano. Dezenas de jovens homenagearam o argentino com placas que, unidas, desejavam feliz aniversário ao líder dos católicos.





quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Novo pensar


Depois de algumas décadas
consegui burlar as comilanças, os presentes,
as correrias em supermercados e shoppings.

Dei um boicote geral no consumismo desenfreado e,
tão somente internalizei e incorporei
vida e a missão de Cristo na Terra.

Ele está no meio de nós!

Que sensação ótima de paz e de prazer transcendental!
Quero o meu Natal diário!
Quero bênçãos!
Quero paz amorosa!
Quero felicidade, hoje e sempre!

Quero preparar o meu espaço celestial aqui e agora.
É o momento – orar e vigiar – por mim e por todos os que me são caros.
Pelo mundo que desagrega, exclui, deteriora, mata...
Quero simples prazeres!
Os mais tocantes. Os que embalam amantes da vida.

Assim, sou eu por muitos natais diários.
Tente e verá como é possível sermos felizes com tão pouco!
Na manjedoura da vida, vive-se melhor que em muitos castelos.


Célia Rangel


domingo, 10 de dezembro de 2017

Apenas... Ele... Nada mais!


Deus sonhou para mim,
e eu não pedi.

Deus colocou-me caminhos,
e eu não pedi.

Deus me fez gente,
e eu não pedi.

Deus me ouviu,
e eu não pedi.

Deus me enxergou,
e eu não pedi.

Deus me carregou no colo,
e eu não pedi.

Em devaneios tive amores,
e eu não pedi.

Então...
Como gente liberto-me da autossuficiência,
ouço e vejo a misericórdia do Criador,
aceito-me em processo de libertação,
e, em infinita experiência amorosa,
aprimoro-me renascendo das minhas misérias...


Célia Rangel



quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Ternuras inférteis  


Esvaziou-se

Tornou-se oco

Em queda livre vertiginosa

Sem som

Sem eco

Precipício dos sonhos

Olha-se

Nada vê

Presume-se

Apenas

Um som rastejante

Era

Já não é mais.


Célia Rangel

domingo, 3 de dezembro de 2017

Dezembro


Para você que faz acontecer.
Que inspira e expira vida.
Que luta até as ultimas consequências.
Que sabe o que quer.
Que vai à luta.
Que semeia hoje o seu dia .
Que colhe sempre sem egoísmo.
Que vê no canto dos passarinhos,
A alegria do viver plenamente.
Que sabe orar, agradecer, e doar:
Ternuras, magia e muito amor.
Feliz dezembro!
Prenúncio de novos e bons tempos!

Célia Rangel.

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

...de PESSOA para pessoas...


Não se acostume com o que não o faz feliz, revolte-se quando julgar necessário.
Alague seu coração de esperanças, mas não deixe que ele se afogue nelas.
Se achar que precisa voltar, volte!
Se perceber que precisa seguir, siga!
Se estiver tudo errado, comece novamente.
Se estiver tudo certo, continue.
Se sentir saudades, mate-a.
Se perder um amor, não se perca!
Se o achar, segure-o!

Sempre é preciso saber quando uma etapa chega ao final... Se insistirmos em permanecer nela mais do que o tempo necessário, perdemos a alegria e o sentido das outras etapas que precisamos viver. Encerrando ciclos, fechando portas, terminando capítulos. Não importa o nome que damos o que importa é deixar no passado os momentos da vida que já se acabaram.

Fernando Pessoa



quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Canção do dia de sempre


Tão bom viver dia a dia...
A vida assim, jamais cansa...

Viver tão só de momentos
Como estas nuvens no céu...

E só ganhar, toda a vida,
Inexperiência... esperança...

E a rosa louca dos ventos
Presa à copa do chapéu.

Nunca dês um nome a um rio:
Sempre é outro rio a passar.

Nada jamais continua,
Tudo vai recomeçar!

E sem nenhuma lembrança
Das outras vezes perdidas,
Atiro a rosa do sonho
Nas tuas mãos distraídas...


Mario Quintana